Um dia você decide redecorar a sua casa.

Mas o que fazer com os móveis antigos? Chamar alguém para levar? Deixar na calçada?

Quando passamos por vias públicas é frequente observarmos sofás, armários, geladeiras e fogões, jogados no meio fio, servindo de abrigo para todo tipo de roedor ou ainda pior, esses móveis vão parar em riachos ou rios poluindo o meio ambiente e trazendo sérios riscos de alagamento.

Uma solução viável e moderna é realizar o envelopamento desses móveis.

De onde saiu a ideia do envelopamento de móveis?

A plotagem, mais conhecida como envelopamento surgiu nos anos 80, nos Estados Unidos, para o uso em comunicação visual. Na época, o adesivo vinílico, tinha um custo muito alto. A força aérea americana utilizava esse material em seus aviões, para colocar numeração e logos. Esse material deveria ser muito resistente, para aguentar as temperaturas e todo tipo exposição climática que aviões de guerra enfrentam!

No início dos anos 90 o custo de produção da matéria prima para a produção do adesivo vinílico caiu drasticamente. Por conta disso, muitas empresas começaram a envelopar o carros como uma forma de chamar a atenção dos clientes, transformando-os em outdoors ambulantes.

Não demorou muito para que o envelopamento chegasse a decoração. Afinal de contas, se serve para aviões e carros que sofrem com o clima, poluição e lavagens, com certeza seria adequado para usar em geladeiras, fogões, micro-ondas, móveis, armários, paredes e etc.

No que consiste o envelopamento de móveis?

O envelopamento de móveis é uma técnica que consiste na aplicação de um material autoadesivo sobre a superfície das peças. O adesivo recobre todas as características originais para compor um visual original e diferenciado.

Hoje, na decoração de interiores, a prática do envelopamento é muito utilizada, porque permite reformar móveis que ainda estão em bom estado, mas que não combinam com um novo estilo visual adotado.

Fazendo envelopamento dos móveis não é preciso trocar as peças cada vez que se quiser alcançar resultados diferentes. Basta alterar as características dos móveis que já se tem e assim compor uma decoração diferente, sem no entanto gastar muito.

O envelopamento também é útil quando temos um móvel mais antigo ou mobílias mais clássicas e tradicionais, cujo material é de melhor qualidade do que aqueles que encontramos hoje no mercado e que ainda está em bom estado estrutural. O envelopamento faz a reforma da peça, tornando-a mais moderna e atendendo plenamente às suas necessidades.

 

Envelopamento de móveis
Classificado como: